LDO 2023 e sancionada com vetos pelo presidente

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionou, com vetos, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2023. A sanção foi publicada hoje no Diário Oficial da União. A LDO trata de todo o orçamento do governo para o ano seguinte. Vale lembrar que em anos anteriores o debate sobre ela estava tão intenso que já teve casos de não ter sido aprovada no ano atual, ficando a bomba para o próximo ano, isto claro, com presidentes da Camara dos deputados como Rodrigo Maia que foi um dos piores que já passou por lá, e olha que já teve cara figura.
Segundo a “otimista”, LDO o país irar crescer ano que vem 2.5%. O que e possível, mas, com o cenário global de provável recessão, guerra, conflitos e etc, eu tenho minhas duvidas, acredito mais em algo como 1.5% A não ser que uma onda de otimismo sopre sobre nosso país, o que espero muito que ocorra, que precisamos demais da conta. O problema de ser otimista demais e que o orçamento fica “maior”, para o próximo ano as suas despesas e logo no decorrer do ano se tiver frustrações tem que ter bloqueios e cortes…
Inflação a 3,3%
O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é a inflação oficial no país, ficou previsto em 3,3% no acumulado do ano que vem. Segundo dados divulgados ontem pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o IPCA acumula alta de 4,77% em 2022; nos últimos 12 meses, a alta é de 10,07%.
Taxa de juros 10%
A taxa Selic esperada pelo mercado durante o ano de 2023 e de 10%. Aqui, poderia até ser menor, mas, precisa muito da ajuda do governo e congresso para reduzir ruídos, para ajudar o BC a acertar mais um pouco, já que e evidente que ele errou reduzindo demais durante a pandemia para 2% e depois na alta muito rápida e elevando e um elevado patamar muito acima da inflação do ano e do próximo ano que já tem previsão baixa. O BC tem que lembrar que tem que zelar da inflação e também do emprego, não adianta ele segurar o juros baixo quebrando o país…
Visits388

Deixe um comentário